Receba conteúdo exclusivo
sobre Transformação Digital
COMPARTILHE
  • ARTIGO: 6 Dicas para um Consumo Consciente, compartilhar no facebook.
  • ARTIGO: 6 Dicas para um Consumo Consciente, compartilhar no facebook.
  • Compartilhar por e-mail
ARTIGO: 6 Dicas para um Consumo Consciente
15/09/2020

Ter consciência de consumo significa ter clareza dos hábitos do dia a dia, decidindo com inteligência o que comprar e o que economizar.

Para alcançar a liberdade financeira é preciso realizar uma série de pequenas mudanças de hábitos. Reconhecer seu perfil financeiro e para onde está indo seu dinheiro é fundamental. Sabendo disso, você será capaz de minimizar determinados gastos e conseguir ter consciência do que te leva a gastar mais. 

Consumo consciente é ter clareza dos excessos desnecessários que você pode estar realizando, assumindo medidas assertivas para utilizar seu dinheiro de maneira inteligente.

Trata-se de um processo que envolve disciplina e força de vontade, mas que ao final os resultados são compensadores. Neste texto, destaco 6 dicas para você começar a mudar a forma que trata seu dinheiro e, passar a consumir de maneira mais consciente.

Lembre-se quando tratamos bem nossas finanças pessoais, não estamos apenas contribuindo para nós mesmos, mas também para a sustentabilidade do mundo em que vivemos.

6 dicas para um consumo consciente

#1 Reduzir o consumo de água e de energia elétrica

Identifique quais os itens de sua casa que consomem mais energia elétrica, por exemplo: secador de cabelo, ferro de passar, ar condicionado, chuveiros etc. E com esta análise deve-se tentar racionar o seu uso ou até mesmo efetuar a troca por equipamentos mais modernos com maior eficiência.

Para economia de água deve-se pensar da mesma forma, racionalizar o uso.

#1 Reduzir o consumo de água e de energia elétrica



Identifique quais os itens de sua casa que consomem mais energia elétrica, por exemplo: secador de cabelo, ferro de passar, ar condicionado, chuveiros etc. E com esta análise deve-se tentar racionar o seu uso ou até mesmo efetuar a troca por equipamentos mais modernos com maior eficiência.

Para economia de água deve-se pensar da mesma forma, racionalizar o uso.

#2 Planejar as compras de supermercado



Planeje as compras mensais ou quinzenais. Isso faz muita diferença no controle de suas finanças. Evite ir às compras com fome, pois certamente, irá comprar mais do que necessita.

Tenha o hábito de fazer lista de compras.

Revise seus armários e veja o que de fato é necessário comprar. Agende a data para ir ao supermercado: avalie quais são as datas que os supermercados estão mais lotados e evite-as, pois, em outros períodos do mês são mais comuns encontrar ótimas promoções.

Uma dica muito importante, se você tem filhos pequenos, é identificar o comportamento deles, caso costumem a pedir muitas coisas durante as compras, evite levá-los.

#3 Avalie a quantidade de compras de roupas e calçados



Verifique quantas vezes no ano você costuma renovar seu guarda-roupas e calçados. Você compra quando há real necessidade mesmo ou será que não está comprando muitas vezes por impulso?

Muitas pessoas já adotam a compra em brechós, pois entendem que é boa a economia que isso proporciona. Em muitos brechós são possíveis encontrar roupas e acessórios de ótima qualidade e bom preço.

Caso contrário, preze sempre pelo custo-benefício, às vezes é melhor comprar uma peça de boa qualidade por um preço mais elevado, porém, que terá maior durabilidade a comprar em promoções, que em um primeiro momento gerará economia, mas que daqui a 2 meses terá que descartar por não estar em bom estado de conservação tendo que adquirir novo item para sua substituição.

Planejar as compras de roupas é importante. Eu, por exemplo, costumo comprar minhas roupas de inverno no final da estação, pois encontro boas ofertas neste período, em que as lojas costumam fazer a liquidação para compor seu estoque para nova temporada.

 #4 Não desperdiçar alimentos



Analise se a quantidade de comida que você está preparando a cada refeição, será que está sendo suficiente e que não existe sobras.

Se acontece de sempre sobrar pesquise receitas na internet ou use sua criatividade para reaproveitar os alimentos. Com tanta fome no mundo, é intolerável aceitar a ideia de que exista tanto desperdício de alimentos.

Infelizmente sabemos que existe! A lista de compra bem planejada pode ajudar para que não ocorra desperdício, por isso não deixe de fazer.

#5 Cuidar do que você compra pela internet



Vivemos no mundo de transformações digitais, podemos adquirir quase tudo através de um simples clique. Comprar pela internet é um recurso prático e econômico, mas se não houver cuidado é bem possível comprometer seu dinheiro.

Existe uma infinidade de campanhas de marketing que utilizam ‘gatilhos mentais’ que acabam persuadindo os usuários a desejar e, consequentemente, decidir pela compra.

Esteja atento às ofertas, para não acabar comprando produtos desnecessários, como, por exemplo, cursos que você acaba não assistindo, isso é muito importante.

Evite cair em armadilhas, tenha disciplina e consciência de identificar as promoções on-line. Só adquira o que realmente for necessário, útil e que tenha condições de pagar sem comprometer outras obrigações.

# 6 Envolva sua família no processo



Não basta somente você se esforçar para adquirir novos hábitos de consumo.

O consumo consciente é um processo que deve contar com a participação de todos de sua casa.

Por isso, envolva sua família no processo. Converse sobre a importância do consumo consciente e trace metas de redução de consumo. Nem sempre é fácil convencer a todos da importância da redução de gastos, por isso, proponha pequenas bonificações para seus filhos. Planejar um benefício futuro, como por exemplo, uma viagem de férias, pode ser uma alternativa para motivar a todos a valorizar o consumo consciente.

Os benefícios do consumo consciente
Ser um consumidor consciente é importante para você que deseja levar uma vida financeira equilibrada.

Pois reduzindo gastos desnecessários e comprando de forma inteligente, você será capaz de controlar seu dinheiro podendo constituir sua reserva de emergência, sendo o primeiro passo para começar a fazer investimentos inteligentes que lhe proporcionarão maior tranquilidade a longo prazo.

Isso também lhe proporcionará viver livre de dívidas e ter maiores chances de enriquecer fazendo seu dinheiro trabalhar para você.

Além disso, é importante para fornecer uma qualidade de vida a sua família e desocupar sua mente de preocupações relativas ao dinheiro, podendo se dedicar a assuntos que lhe traga mais felicidade.

Lembre-se dinheiro é uma ferramenta, e como tal, é preciso saber fazer o manuseio correto para se conseguir o resultado esperado.

Autora: Erica Grellert

 

 

trans
forma
ções